PALAVRA RASA - Preciso de Ti

quarta-feira, abril 12, 2006
Segredo de poeta


Ela aparece nua
com um simples véu
da mais fina e subtil transparência,
ao virar da esquina,
na areia da praia ou do deserto
abraçada ao céu e à terra
porque ela não sabe da sua existência

Ele levanta-lhe pontas do véu
com sopros de ternura
que não violam a sua liberdade
sussurra baixinho ao mundo a sua paixão

Ele, o poeta, sabe por instinto
que o seu poder
está só nesse segredo:
Ele sabe que a poesia
não sabe da sua existência.




Bonito:)

 
Gostei deveras deste poema...levo um sorriso, deixo-te um beijo meu

 
... poesia, uma forma maravilhosa de ser...Lindo!

Beijo meu ;)

 
Fantástico este poema!!

 
Enviar um comentário

Image hosting by Photobucket

Palavra Rasa - Blogue



Palavra Rasa

Palavras que se  soltam
no tempo da memória
estagnação do pensamento
que sobrevoa o imaginário

Sonhos vividos, estagnados
nas simples palavras rasas
que o tempo entoa
devagar, mas que atordoam

Palavras rasas sentidas e genuínas
habitadas sempre no teu interior
proferidas por ti com fulgor, mas...
Preciso delas, apenas com amor!....




Palavras Rasa



Palavra Rasa - Preciso de Ti


William Edge: 'Eclipse of Moon Mora'



Memórias Passadas
Abrir - Passados

Palavras Recentes
Abrir - Recentes

Outros Arrastos